Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016

Município de SP publica norma sobre ISS para serviço prestado no exterior

Imagem
As empresas do município de São Paulo passaram a ter uma norma da Secretaria de Finanças para orientá-las sobre o pagamento de ISS quando uma prestação de serviço envolver empresa no exterior. 
O Parecer Normativo nº 4, foi publicado no Diário Oficial da última quinta-feira (09/11/2016). De acordo com o parecer, será considerado como exportação de serviços quando a pessoa, o elemento material, imaterial ou o interesse econômico relativo à prestação de serviço estiver no exterior. E o resultado desse independe da entrega do produto ao destinatário final.
O Parecer Normativo lista especificamente alguns serviços e condições para que sejam excluidos da condição de exportação de serviços, conforme lista no Art. 2º. Os serviços especificamente mencionados e que devem ser cuidadosamente avaliados pelas empresas quanto a incidencia ou não do ISS são:

Cade aprova compra de parte da Latam pela Qatar Airways

Imagem
Santiago, 16 Nov 2016 (AFP) - A companhia chileno-brasileira Latam anunciou nesta quarta-feira (16) que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou que a asiática Qatar Airlines compre parte de suas ações.

A Latam - surgida da fusão da companhia aérea LAN e da brasileira TAM -, informou em Santiago que a autoridade brasileira de livre concorrência "aprovou a entrada da Qatar Airways na propriedade da companhia".

A Latam também informou sobre a reprogramação de um anunciado aumento de capital destinado a concretizar a operação, por uma quantia total de US$ 613 milhões.

"A data limite para o direito dos acionistas a exercer a oferta de opção preferencial é 18 de novembro de 2016", enquanto o "prazo para exercer a opção preferencial se estenderá de 24 de novembro de 2016 até 23 de dezembro de 2016", informou a companhia em comunicado.

Em julho do ano passado, a Qatar Airways anunciou sua entrada no mercado latino-americano com a compra de a…

Investidor volta a olhar medicina diagnóstica

Imagem
Com a abertura de capital do grupo Alliar, que levantou R$ 760 milhões na semana passada, o mercado de medicina diagnóstica se prepara para um novo boom. Esse setor já passou por uma forte movimentação de fusões e aquisições lideradas por Dasa e Fleury. A JK Capital, por exemplo, tem em andamento dez projetos na área de medicina diagnóstica. "Há três fundos, dois estrangeiros e um nacional, trabalhando com teses de investimentos para criação de plataformas de laboratórios", disse Saulo Sturaro, sócio da JK Capital. A ideia desses fundos é formar uma rede com vários laboratórios de pequeno porte e depois vender para um investidor maior.

Os laboratórios de medicina diagnóstica também são alvo de interesse das operadoras de planos de saúde, na opinião de André Staffa, sócio da consultoria Lógika e consultor do fundo Advent no setor de saúde. "As operadoras também estão interessadas em medicina diagnóstica porque elas perceberam que podem controlar a sinistralidade. Quando o…

Por que o setor de TI é tão afetado pela crise

Imagem
As empresas brasileiras de Tecnologia continuam sofrendo com resultados ruins. Ano a ano as margens vem reduzindo e os prejuízos vem se acumulando.Até 2008 não era anormal ver projetos com margens de 40% ou mais. Aliás, era meta um lucro bruto de pelo menos 35%, para pagar os overheads, imposto de Renda e terminar com um lucro líquido de

Investe SP apresenta mapa digital do ecossistema de apoio a startups no Estado de São Paulo

Imagem
Postado em: 01/11/2016, às 16:50 por Redação
Como solução para a dificuldade que empreendedores enfrentam ao procurar informação sobre a quem e onde recorrer no desenvolvimento de novos modelos de negócios, a Investe São Paulo lançou nesta terça-feira, 1º,, na sede do Cubo, na capital paulista, o Mapa SP Conecta. Trata-se do primeiro mapeamento de empresas e entidades do ecossistema de apoio a startups no Estado de São Paulo. "O Mapa SP Conecta será importante para fortalecer a atuação do ecossistema de apoio do Estado e, inclusive, para avaliarmos a real dimensão desse complexo", observou Juan Quirós, presidente da Investe São Paulo. Na cerimônia de lançamento do mapa, Erminio Lucci, diretor da Investe São Paulo, apontou as motivações para

Receita Federal inicia exclusão de empresas do Simples Nacional

Imagem
Saiba se sua empresa será afetada por essa medida.

No mês de setembro de 2016, a Receita Federal divulgou o conteúdo do seu Ato Declaratório Executivo para este ano, que tem como objetivo iniciar os procedimentos de expulsão de algumas Pessoas Jurídicas do Simples Nacional. Eis o primeiro parágrafo deste documento: “Viemos comunicar-lhes que, no dia 26 de setembro de 2016, terá início em todo o Brasil, o procedimento de exclusão de ofício de pessoas jurídicas optantes do Simples Nacional motivada, exclusivamente, por débitos com exigibilidade não suspensa, previdenciários e não previdenciários com a Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), conforme previsto no art. 17, inciso V, art. 29, inciso I, art. 30, caput, inciso lI, art. 31, inciso IV, e art. 33, caput, todos da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.” De forma simples, o que o Fisco Federal está realizando é a expulsão do Simples Nacional daquelas