Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

Hospitais se preparam para receber recurso estrangeiro

Imagem
Entre as iniciativas estão mudanças de gestão, busca por certificação internacional, auditoria externa e estímulo a políticas de compliance

Hospitais privados do país têm tomado medidas para profissionalizar seus negócios e torná-los mais atrativos a investidores estrangeiros.

Entre as iniciativas estão mudanças de gestão, busca por certificação internacional, auditoria externa e estímulo a políticas de compliance.

O setor passa hoje por um processo de consolidação semelhante ao vivido pelo mercado de educação nos últimos anos, afirmam analistas.

"Muitos hospitais, principalmente os pequenos e médios, estão se estruturando. É claro que a possibilidade de aportes vindos do exterior tem

Oi pede recuperação judicial de R$ 65 bilhões, a maior da história do Brasil

Imagem
DE SÃO PAULO 20/06/201618h14


A operadora de telefonia Oi pediu recuperação judicial nesta segunda-feira (20). No total, a empresa incluiu R$ 65 bilhões em dívidas no processo.

É o maior pedido de recuperação judicial já protocolado no Brasil, recorde que pertencia à OGX, do empresário Eike Batista, que declarou à Justiça ter dívidas de R$ 11,2 bilhões em 2013.

Também na segunda, a Oi divulgou que havia conseguido 180 dias para renegociar suas dívidas com credores em acordo com o BNDES.

O contrato com o banco de suspensão da dívida foi assinado em maio, mas só foi divulgado na segunda como parte de documentos relativos ao processo de renegociação com credores.

No dia 10, o então diretor-presidente da empresa, Bayard Gontijo, renunciou ao cargo. Ele havia assumido o cargo no início do ano, após saída repentina de Zeinal Bava, que renunciou após calote de quase 1 bilhão de euros da holding Rioforte, do Grupo Espírito Santo, maior sócio da Portugal Telecom, com quem a Oi estava se fundindo.

Ao …

Grupo Bom Jesus pode vender fatia minoritária para reduzir dívida

Imagem
SÃO PAULO (Reuters) - O Grupo Bom Jesus, que atua na produção de grãos e entrou com pedido de recuperação judicial no mês passado, avalia a venda de uma fatia minoritária para um investidor como forma de reduzir sua dívida de 2,6 bilhões de reais, afirmou uma fonte com conhecimento direto do assunto.
Qualquer tentativa de venda de participação estará relacionada a um plano de reestruturação de dívidas em andamento, disse a fonte, adicionando que um banco de investimentos relacionado a um dos 28 credores do grupo deverá supervisionar o processo.
O grupo Bom Jesus, com sede em Rondonópolis (MT), está operando sob proteção judicial contra credores após falhar em uma tentativa de reestruturação extrajudicial das dívidas liderada pelo banco Santander, disse uma segunda fonte.
Um juiz de Rondonópolis aprovou o pedido de recuperação judicial da companhia em 8 de junho.
Outro meio para o grupo levantar recursos seria a venda de alguns de seus 240 mil hectares em terras para potenciais investidore…

Crise da Oi pode acarretar perdas de R$ 12 bilhões a BNDES, BB e Caixa

Imagem
Crise da Oi pode acarretar perdas de R$ 12 bilhões a BNDES, BB e Caixa Saída do principal executivo da empresa em meio a desentendimentos com os principais acionistas deixa a operadora cada vez mais próxima de ser obrigada a pedir recuperação judicial Estadão Conteúdo Publicado em 14/06/2016, às 09h07
Com dívida bruta de R$ 49,3 bilhões no primeiro trimestre deste ano, a companhia estava tentando renegociar seus débitos
Foto: Robyn Beck / AFP

A crise da operadora de telefonia Oi, agravada na última sexta-feira (10), com a renúncia do presidente executivo Bayard Gontijo, pode levar três bancos públicos - BNDES, Caixa e Banco do Brasil - a perder cerca de R$ 12 bilhões, apurou o jornal "O Estado de S. Paulo". A saída inesperada do principal executivo da empresa em meio a desentendimentos com os principais acionistas põe em risco o processo de reestruturação financeira da companhia e deixa a operadora cada vez mais próxima de ser obrigada a pedir recuperação judicial, afirmaram …

Akurat News Microsoft anuncia compra da Linkedin por US$ 26,2 bilhões

Imagem
Nova York, 13 jun (EFE).- A Microsoft anunciou nesta segunda-feira um acordo para adquirir a rede social LindkedIn, em uma operação avaliada em US$ 26,2 bilhões.

"A equipe da Linkedin criou um negócio fantástico centrado em conectar profissionais de todo o mundo", ressaltou o executivo-chefe da Microsoft, Satya Nadella, no comunicado conjunto com o qual se anunciou a operação.

A expectativa é que a aquisição seja completada antes do final desse ano.

De acordo com os termos da operação, a Microsoft pagará US$ 196 por cada ação da Linkedin. Os títulos da rede profissional fecharam cotados na sexta-feira com um preço de US$ 131,08.

A Linkedin manterá "sua distintiva marca, sua cultura e sua independência", segundo o comunicado, que acrescenta que Jeff Weiner seguirá à frente da empresa como executivo-chefe, mas informando de sua gestão a Nadella.

"Hoje é o momento para a refundação da Linkedin", afirmou o cofundador dessa empresa e presidente do conselho de admin…

PRESIDENTE RENUNCIA À PRESIDÊNCIA DA OI, QUE PODE PEDIR CONCORDATA

Imagem
A empresa de telefonia Oi anunciou nesta sexta-feira que o diretor-presidente Bayard De Paoli Gontijo renunciou ao cargo e que o Conselho de Administração elegeu o diretor administrativo financeiro Marco Schroeder para assumir cumulativamente o comando da companhia; De acordo com duas fontes com conhecimento direto do assunto, o pedido de demissão de Gontijo surpreendeu e foi motivado por uma relação tensa com parte do Conselho de Administração sobre a negociação da dívida

11 DE JUNHO DE 2016 ÀS 16:43 RIO DE JANEIRO (Reuters) - A empresa de telefonia Oi anunciou nesta sexta-feira que o diretor-presidente Bayard De Paoli Gontijo renunciou ao cargo e que o Conselho de Administração elegeu o diretor administrativo financeiro Marco Schroeder para assumir cumulativamente o comando da companhia. Gontijo deixa a empresa no momento em que a operadora de telecomunicações negocia um alívio de suas pesadas dívidas financeiras. No começo do ano, ele havia prometido que conseguiria reestruturar a pos…

Venda do Produban, um negócio de R$ 200 milhões, entra em “due diligence”

Imagem

Compra do HSBC Brasil pelo Bradesco é aprovada por conselho

Imagem
08/06/2016 

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira (8), por unanimidade, a compra do HSBC Brasil pelo Bradesco, mediante condições acordadas com as partes que incluem a restrição para que o Bradesco não faça novas aquisições de instituições financeiras no país pelos próximos 30 meses. Além disso, o plenário do Cade manteve as recomendações de restrições apontadas anteriormente pela Superintendência-geral do órgão, que envolve medidas agrupadas em quatro eixos: comunicação e transparência, treinamentos dos servidores bancários, indicadores de qualidade dos serviços e compliance. A operação entre Bradesco e HSBC Brasil foi anunciada em agosto do ano passado por US$ 5,2 bilhões. (Com Reuters)

Hermes Pardini reforça atuação em São Paulo

Imagem
Hermes Pardini reforça atuação em São Paulo
Fonte: Valor Econômico
Notícia publicada em: 06/06/2016
Autor: Marcos de Moura e Souza
Um dos maiores laboratórios de exame do país, o Hermes Pardini vai mudar sua atuação em São Paulo. A partir de agosto, o nome do grupo, baseado em Minas Gerais, passará a ser usado nas unidades da rede Digimagem, empresa adquirida pelo Pardini em 2012. São cinco laboratórios Digimagem na cidade.

A mudança não será só da logomarca, disse Roberto Santoro, diretor-presidente do Hermes Pardini. Segundo ele, as unidades vêm passando por alterações em processos, atendimento e na ampliação de exames oferecidos. O forte do Digimagem - nome que deixará de existir - eram exames de imagem.

Expor sua marca no mercado paulista é um passo que o Pardini espera associar com outro ainda este ano: uma nova aquisição. "Estamos olhando uma aquisição relevante no Sudeste, que está numa boa evolução. É a que está mais próxima de acontecer", disse Santoro.

Não é a primeira ve…

Tech Mahindra anuncia aquisição do Grupo Target

Imagem
Tech Mahindra anuncia aquisição do Grupo Target para aumentar ofertas de plataforma de business process como serviço Autor: Redação
Fonte: IT Forum 365Publicado em 30 de Maio de 2016 às 11h42
Movimento visa ampliar portfólio para atender melhor mercados terceirizados de operações bancárias, serviços financeiros e seguros


A Tech Mahindra anunciou a aquisição do Grupo Target, empresa do Reino Unido especializada em plataforma de processamento. Com movimento, o intuito é ampliar portfólio ofertas de plataforma debusiness process como serviço (BPaaS) para melhor atender mercados terceirizados de operações bancárias, serviços financeiros e seguros (BFSI - Banking, Financial Services and Insurance).
A plataforma patenteada do Grupo Target automatiza processamentos, serviços e gestão complexos e críticos de empréstimos, investimentos e seguros, ajudando também a prestar serviços de alta qualidade, com compliance embutida em um ambiente altamente complexo e regulamentado.
De acordo com a empres…

AkuratNews Capital estrangeiro quer grandes hospitais

Imagem
Akurat Consultoria EmpresarialA Akurat Consultoria Empresarial é uma empresa especializada em fornecer serviços de Consultoria Financeira nas áreas de Fusões e Aquisições, elaboração de Laudos de Avaliação Econômico-financeira, laudos de Avaliação ao Valor Contábil, Serviços de Auditoria de Procedimentos Acordados, e consultoria contábil e financeira. ________________________________________________________________
Por Roberta Massa B. Pereira | 01.06.2016 |

Nas semanas seguintes à aprovação de uma lei permitindo a entrada de capital estrangeiro em hospitais brasileiros, em janeiro de 2015, uma revoada de investidores desembarcou no país. O americano Carlyle e o Fundo Soberano de Cingapura (GIC) fizeram aportes de quase R$ 5 bilhões na Rede D’Or e a UnitedHealth comprou o Hospital Samaritano, de São Paulo, por R$ 1,3 bilhão. As cifras generosas davam indícios de que a consolidação no setor seria intensa. No entanto, esse movimento não ocorreu até o momento. Além da crise econômica e polí…

UNITEDHEALTH DIVIDE GESTÃO DA AMIL EM TRÊS NEGÓCIOS

Imagem
31/05/16Valor Econômico - Beth Koike - 31/05/2016 Maior empresa de planos de saúde com 5,7 milhões de usuários, a Amil reorganizou sua estrutura e dividiu a companhia em três áreas de negócios: operadora de saúde e dental, hospitais e tecnologia. Cada uma dessas áreas será liderada por executivos mais jovens e o fundador da Amil, Edson Bueno, passa a ser o CEO da UnitedHealthcare Brazil.

Até agora Bueno era CEO da Amil, que abrigava todos negócios do grupo. Na prática, com o novo cargo, as atribuições de Bueno não mudam. A manutenção do seu nome pretende evitar uma transição abrupta, segundo fontes ouvidas pelo Valor. Em 2012, quando a Amil foi comprada pela UnitedHealth ficou acertado que um executivo na casa dos 40 anos iria sucedê-lo até setembro de 2017. No entanto, a Amil não confirma se Bueno deixará o cargo até essa data, mas sabe-se que houve uma busca intensa por um executivo de mercado para substitui-lo. Mais de dez profissionais da área da saúde foram convidados a conversar …